YALI #8: Escrever em Nova York

Depois de várias horas de voo, finalmente chegámos a Nova York. Por cá permaneceria até ao cair da noite, altura em que apanharia o voo rumo a Mineápolis, onde estariam à minha espera para me levar para à Universidade de Minnesota.

Do grupo, apenas eu e a Hernídia, continuávamos juntas! Esfomeadas como já estávamos, lá encontrámos um restaurante confortável, onde acabámos por almoçar! Um restaurante mega ecológico, com simpáticos funcionários, e um ambiente agradável! Aqui tudo é em versão big!  Já tinha saudades deste tipo de ambiente! Fazia-me lembrar Lisboa e Paris! As cidades da minha juventude!

Estivemos juntas durante umas horitas conversando, ao mesmo tempo que tentávamos, desenfreadamente, encontrar um free wifi para nós nos conectarmos, para sabermos como estariam os nossos colegas que tinham seguido outros caminhos. Ou simplesmente para dizer aos familiares que tínhamos chegado bem, da nossa viagem de Lisboa.

Lá despedi-me da Hernídia que seguiu voo rumo a Atlanta. Eu ficaria pelo aeroporto ainda por umas cinco horas. Justo eu que detesto esperar! Tinha de inventar um plano B para as horas passarem. Lá fui à Starbucks beber um hot chocolate! Já tinha tantas saudades desse sítio que era o meu retiro, nos meus tempos de Lisboa! Queria saborear um cremoso chocolate quente, com uma musiquinha de fundo que convida-me para o meu primeiro retiro pré-yali!

 

De repente, estava sozinha, desfrutando da minha companhia! Soube tão bem! Tantos dias numa correria indescritível, de repente estava eu mergulhada numa tranquilidade que sabia demasiadamente bem, isto, apesar de estar rodeada de milhares de pessoas que deambulavam de um lado para o outro, sem parar!

Lá liguei o PC, e comecei a escrever! Precisava de colocar por escrito, tamanha sensação! De repente lembrava-me com carinho da Carrie Bradshaw e dos episódios dela na série o sexo e a cidade, quando ela saia à rua, sentava-se em qualquer sítio e começava a escrever sobre o amor.

Foram horas fantásticas, em minha companhia, apesar de já estar a ficar cansada das quase 24 horas de viagem, com três escalas pelo meio. Não escrevia sobre o amor, mas sobre o YALI.

O tempo passou tão depressa! Realmente escrever é um prazer e revigora-nos a alma que mal damos conta das horas a passar, e do quão bom é estarmos na companhia de nós próprios, de quando em vez.

Quando olhei para o relógio, já passavam das 20h00! Fui à procura da minha porta de embarque. A ansiedade de chegar à Mineápolis, conhecer os colegas do nosso grupo, instalar-me, tomar um banho e simplesmente apagar por umas horas, era algo que ansiava já fazia algum tempo! E estava cada vez mais próximo!

E assim, rumei a Minesota, onde a Kattie aguardava por mim, no aeroporto com um placard nas mãos, dando boas vindas à Universidade de Minnesota!

Que orgulho maior! Estava tudo prestes a começar!

Lê a página sete ou a página nove deste diário.

Um beijinho no coração.

Comments (1)

  • Avatar

    naldina montrond

    Fofo 😘😘😘

    Reply

Leave a comment